Especialista em realizar sonhos

As ligações entre Psicologia e Infertilidade II

Coluna de autoría do Dr. Evangelista Torquato publicada no Jornal Diário do Nordeste no dia 11/11/2007.
Continuando o artigo do Domingo passado da Psicóloga Flávia Soares Parente.

 

 

Flávia Soares Parente Psicóloga da BIOS


Diante a nossa experiência na Clínica, muitas vivências são experienciadas pelos casais que passam pela infertilidade. Geralmente, as relações do casal com seu mundo cotidiano vêem-se alteradas;  as relações com os pais, famílias e amigos vêem-se afetadas, a vida sexual também pode ser comprometida, e os mitos e o desconhecimento em relação à infertilidade e impactos para o homem e para a mulher, podem trazer repercussões emocionais para cada um e para a relação do casal.

A nossa proposta com o Serviço de Psicologia é a realização de uma entrevista psicológica como parte do protocolo para todos os pacientes da Clínica, proporcionando e evidenciando que o casal não está sozinho com suas questões. Além do mais, não se trata apenas de escutar, mas, sobretudo de levar quem fala, ou o casal, a se escutar. É oferecer um pensar/falar sobre o que está mais consciente em relação ao problema da infertilidade, mas também sobre os medos, fantasias e expectativas sobre o que se está vivendo. No trabalho com Reprodução Assistida, percebemos que cabe a equipe de profissionais ajudar o casal a atravessar essa situação.

A nossa proposta é poder escutar e acolher os casais, muitas vezes fragilizados por todo o estresse e frustrações que a falta de um filho impôs às suas vidas.
O importante é que eles sejam acolhidos quando se depararem com este real – de não poder ter filhos por meios naturais – e dar um sentido a essa angústia, criando e proporcionando um espaço e um tempo para que se possa falar dela. Dentro ainda da dinâmica de atendimentos aos casais inférteis, estamos com um projeto para colocar em ação no ano que vem, que é a implantação do nosso grupo de apoio multidisciplinar, que serão encontros de grupos com os casais e profissionais da equipe da BIOS, onde através da troca de experiências em comum, poderemos criar instrumentos para melhor atravessar este período de inerente fragilização.

Um outro momento oferecido pelo Serviço de Psicologia é o de acompanhar este casal que não obteve um resultado positivo de gravidez. Possibilitar a verbalização de suas frustrações e angústias podendo ajudar a reduzir a magnitude deste momento e propiciar ao casal pensar sobre perspectivas futuras. E com objetivos de proporcionar um ambiente acolhedor e mantermos nosso vínculo com os casais que obtiveram êxito no procedimento, estamos desenvolvendo um espaço de acolhimento destinado ao “Casal Grávido”, que entrará em ação no ano de 2008. Serão vários Workshops destinados ao Desenvolvimento do Bebê, que irá contar com a presença de profissionais de várias áreas que ministrarão temas que fazem parte dessa jornada que é a maternidade e a paternidade.

Outro grande trabalho que estamos estudando é conhecer o “Domar Center” que oferece um programa destinado à saúde da mulher e do casal infértil. Recentemente, nós nos comunicamos com Alice Domar, psicóloga, e reconhecida internacionalmente como uma líder no campo do Equilíbrio Mente /Corpo na mulher. Este centro é situado em Harvard, MA, EUA, e oferece uma abordagem holística para a saúde da mulher. Alice Domar, PH,D., desenvolveu vários métodos singulares e cientificamente sólidos para as mulheres que enfrentam a infertilidade e demonstrou sua eficácia através de pesquisas revolucionárias nesse campo.

A BIOS,  reconhecendo o trabalho fantástico que vem sendo desenvolvido nesse Centro para casais com infertilidade, entrou em contato com a equipe e agora está se preparando para investir em um treinamento para profissionais da área de saúde mental, ministrado pela Dra. Alice Domar e sua equipe de profissionais com o intuito de aprimorar seu trabalho e adquirir maiores informações, capacitação e habilidades, para proporcionarmos aos nossos pacientes da BIOS um serviço de qualidade que visa o bem estar psíquico.”

 

Tenham todos uma boa semana. Até próximo Domingo. Fiquem com Deus!

Este artigo foi escrito pelo Dr. Evangelista Torquato, Diretor de Tecnologia do Centro de Medicina Reprodutiva BIOS.